Cemig recebe projetos de mobilidade elétrica em chamada pública

Estão abertas as inscrições da Chamada Pública 022/2018 da Aneel, para projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) relacionadas ao tema “Desenvolvimento de Soluções em Mobilidade Elétrica Eficiente”. O objetivo do edital é fomentar as iniciativas que apresentem soluções inovadoras para a mobilidade urbana, utilizando veículos movidos a motores elétricos. Os recursos podem chegar a R$ 20 milhões.

 Segundo o assessor da presidência da Cemig Marco Antônio Lage, a chamada pública irá estabelecer parcerias com universidades, empresas e instituições de pesquisa para o desenvolvimento de tecnologia de interesse para o setor energético, a Cemig e a sociedade como um todo.

 “A mobilidade elétrica faz parte do futuro da energia. Trata-se de um conjunto de tecnologias fundamentais e integrantes das redes inteligentes. Elas têm importância tanto em relação a novos pontos de consumo quanto para o armazenamento móvel de energia, contribuindo para alterar a configuração do sistema elétrico”, explica Marco Antônio.

 Ainda de acordo com o assessor, o mundo já tem muitas experiências positivas e o Brasil não pode ficar para atrás. “Por isso, investigar a interação dos modais de transporte elétricos é muito importante, seja para melhorar a eficiência da rede ou mesmo para construir novos modelos de negócios inovadores em energia”, conclui.

 As inscrições podem ser feitas até as 15 horas do dia 7 de junho.

 Sobre a Chamada Pública

A chamada pública tem como base a nova estratégia de investimento em pesquisa e desenvolvimento elaborada a partir do Plano Estratégico de Inovação de Tecnologia Digital, denominado Cemig 4.0. O plano possui três eixos fundamentais: digitalização, descarbonização e descentralização. Juntos, eles têm o objetivo de orientar os investimentos em P&D e acelerar as transformações tecnológicas dentro da empresa e em prol da sociedade.

 O edital fomenta a participação de universidades, centros de pesquisa, empresas e startups para que apresentem propostas em qualquer fase da cadeia de inovação. O julgamento e seleção das propostas serão realizados em duas etapas: pré-qualificação e avaliação de mérito.

 Os recursos são viabilizados pela a Lei 9991/2000,  que estabelece às concessionárias e permissionárias de distribuição, geração e transmissão de energia elétrica a aplicação anual de parte de sua receita operacional líquida no Programa de P&D do Setor de Energia Elétrica, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


dois × 8 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>