Apresentação do Grupo “Tenores In Concert” nesse sábado, abre a temporada 27º Encontro Sesi de Artes Cênicas

O Teatro Municipal de Araxá recebe nesse sábado, 21 de abril, às 20h, a Orquestra de Câmara SESIMINAS, que convida o Grupo “Tenores In Concert”. A apresentação dá o pontapé inicial na temporada do 27º Encontro SESI de Artes Cênicas, que acontece no período de 04 a 13 de maio em Araxá e ainda, com apresentações nas cidades de Conceição das Alagoas, Pirajuba e Uberaba. A programação completa do Encontro 2018 será divulgada em breve,

O “Tenores In Concert” vai abrir com chave de ouro a temporada. Sob regência do maestro Marco Antônio Maia Drumond, a Orquestra interpretará canções populares e outras tradicionais do repertório italiano bem como consagrados trechos de óperas como “Va pensiero” de Verdi e “Nessum Dorma” de Puccini. Os ingressos poderão ser retirados na bilheteria do Teatro, no dia do evento, até 30 minutos antes do horário de início do concerto.

A apresentação está programada para acontecer no palco externo do Teatro Municipal de Araxá, ou seja, com acesso livre da população. Caso o tempo mude e esteja chovendo com ou risco de tempestade, o espetáculo será transferido para o palco interno fica limitado a lotação do auditório, que é para 300 lugares. Sendo assim, haverá distribuição de ingressos, que deverão poderão ser retirados na bilheteria do Teatro, no dia do evento, até 30 minutos antes do horário de início do concerto.

O “Orquestra de Câmara SESIMINAS convida” teve início no ano passado e já recebeu convidados como o maestro Marcelo Ramos, o Metallica Cover Brasil, a soprano Eliseth Gomes, e os músicos Anthony Flint e Horácio Schaefer. O projeto é apresentado pelo Governo de Minas, com realização do SESI/FIEMG, e conta com patrocínio da Souza Cruz, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais

Tenores In Concert

Formado em 2006, o Grupo Tenores in Concert é o resultado de uma bem sucedida parceria dos cantores líricos Flávio Bastos, Hélcio Rodrigues, Petrônio Duarte, Rogério Francisco, Sandro Assumpção, Wagner Soares e Wellington Vilaça, engajados num projeto de difusão da música de câmara e concerto.

Com um repertório diversificado com clássicos da música erudita e popular, o espetáculo passeia pelas obras de renomados compositores, como Andrew Lloyd Webber, Ennio Morricone, Guiseppe Verdi e Carlos Gardel.

Maestro Marco Antonio Maia Drumond

Nascido em Belo Horizonte, Marco Antonio começou a estudar música, aos cinco anos de idade, com a educadora Célia Flores Nava. Em 1960, ingressou no curso fundamental de violino da Universidade Mineira de Arte – hoje, Escola de Música da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) –, onde frequentou a classe do professor Gabor Buza. Em 1974, foi admitido no curso de graduação em Regência da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), estudando sob a orientação do maestro Arthur Bosmans. Paralelamente, continuou o curso de violino com seu antigo professor.

Em 1981, obteve bolsa do governo polonês e seguiu para Varsóvia, onde realizou curso de pós-graduação em regência sinfônica e operística na Academia de Música Frederyk Chopin, estudando sob a orientação do maestro Henryk Czyz. Em 1983, em Weimar, frequentou curso de regência sinfônica com o maestro Kurt Mazur. De volta ao Brasil,

assumiu, em 1986, a direção artística do Madrigal Renascentista e organizou a Orquestra de Câmara Sesiminas, da qual é regente até os dias hoje. Retornou à Polônia em duas oportunidades para dirigir orquestras como as Filarmônicas de Walbrzych (1986) e de Szczeczyn (1992).

Orquestra de Câmara SESIMINAS

Com 30 anos de existência, a Orquestra de Câmara SESIMINAS foi fundada pelo Dr. Nansen Araújo, que foi presidente da FIEMG. Com o objetivo maior de garantir o acesso ao repertório camerístico de qualidade ao trabalhador da indústria mineira e seus dependentes, a Orquestra já conta com mais de 1100 concertos realizados em locais que vão de pátios de fábricas, passando por hospitais e escolas, chegando às melhores salas de concertos não só da capital, mas também do interior de Minas.

Em sua trajetória, a Orquestra de Câmara SESIMINAS pôde atuar junto a solistas renomados como Nelson Freire, Antônio Menezes, Arthur Moreira Lima e Duo Assad. No campo da música popular, artistas como Milton Nascimento, Vander Lee, Maria Gadu, Diogo Nogueira, e grupos como Skank e Jota Quest também puderam integrar sua rica programação.orquestra_araxa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


três + 7 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>