O marido, ao chegar em casa no final da noite, diz à mulher que já estava deitada:
- Querida, eu quero amá-la!
A mulher, com voz sonolenta:
- A mala? Ah… não sei onde está, não! Usa a mochila que está no maleiro do quarto de visitas.
- Não é isso querida, hoje vou amar-te!
- Por mim, você pode ir até Júpter, até Saturno e até a puta que o pariu, desde que me deixe dormir em paz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


6 × = dezoito

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>