Cemig promove projeto educacional de eficiência energética em Uberlândia

Projeto CEMIG NAS ESCOLAS em Matozinhos MG. Foto: Douglas Magno / CDM / CEMIGA Cemig traz a Uberlândia, no período de 28 de janeiro a 02 de fevereiro, uma experiência inovadora com o objetivo de levar orientações sobre o uso sustentável da energia. São unidades móveis (caminhões) e tendas tecnológicas equipadas com jogos interativos de eficiência energética.

As ações fazem parte do Programa de Eficiência Energética da companhia e buscam disseminar hábitos que contribuam para a redução do desperdício de energia elétrica. Ao longo do projeto, serão mais de 100 municípios e 300 mil pessoas beneficiadas. O investimento para a realização da iniciativa, que é aberta ao público, é de aproximadamente R$ 12 milhões.

Segundo o gerente de eficiência energética da Cemig, Ronaldo Lucas Queiroz, o projeto nasce com o intuito de transformar a relação da comunidade com a energia, mostrando que é possível manter o conforto e eliminar o desperdício desse recurso. “Queremos levar informações aos nossos clientes sobre o uso sustentável da energia e entendemos que experiências interativas e inovadoras reforçam esse conceito”, afirma.

Jogos interativos e eficiência energética

O circuito de eficiência energética contempla uma tenda tecnológica com quatro jogos interativos, com destaque para o de realidade virtual, e uma unidade móvel que, em seu interior, recebe um jogo de escape room. Nesse jogo, que simula uma casa com equipamentos eletrodomésticos, os participantes deverão solucionar desafios para tornar o ambiente mais eficiente.

Projeto Educacional Cemig de Eficiência Energética

Data: 28/01 a 02/02/2020

Horário:  das 9h às 12h e de 13h às 18h

Local: Pça. Sergio Pacheco

Aneel suspende prazo de recadastramento para produtores rurais

A Cemig informa que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) acatou o pedido da Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee), entidade da qual a Cemig faz parte, para reavaliar as condições para o cumprimento da Resolução Normativa nº 800/2017. Dessa forma, o recadastramento para a manutenção dos subsídios tarifários concedidos está suspenso em todo o país.

A REN 800/2017 regulamenta a manutenção dos subsídios tarifários concedidos aos produtores rurais de todo o país, exigindo o recadastramento em todas as distribuidoras de energia. De acordo com a Aneel, o objetivo da resolução é conceder o subsídio apenas àqueles clientes que realmente têm direito.

Com essa decisão, a Aneel abriu consulta pública, com duração de 60 dias, a partir de 16 de janeiro de 2020, para receber contribuições da sociedade e, então, definir um novo prazo para o recadastramento.

A Aneel definiu também que os clientes que já perderam o benefício deverão ter o retorno do subsídio tarifário nas próximas contas de energia elétrica. Contudo, aqueles que tiveram uma visita técnica da distribuidora comprovando que a propriedade não se enquadra nos critérios legais previstos não terão o retorno do subsídio.

A Cemig reafirma o seu compromisso com os produtores rurais e de serviço público da sua área de concessão e ressalta que vai mantê-los informados sobre as próximas deliberações da Aneel no que tange à Resolução Normativa 800/2017.

O que é a REN 800

O Recadastramento Rural é uma determinação da Aneel, por meio da Resolução nº 800/2017, para que os clientes rurais de todo o país tenham subsídios tarifários na conta de energia.

Mais informações aqui

Cemig é eleita a companhia de energia elétrica mais sustentável da América Latina

Usina de Tres Marias e um dos exemplos da produção de energia limpaA Cemig foi eleita companhia de energia elétrica mais sustentável da América Latina, ocupando a 19ª posição no ranking de Corporações Mais Sustentáveis do Mundo Global 100 de 2020, elaborado pela revista canadense Corporate Knights. O anúncio foi feito nesta semana no Fórum Econômico Mundial, que acontece em Davos, na Suíça. Foram analisadas mais de 7 mil empresas em todo o mundo pela publicação internacional.

A Cemig foi uma das três empresas brasileiras incluídas entre as mais sustentáveis do mundo no ranking e também obteve a segunda melhor classificação dentre as que fazem parte do seu segmento de energia elétrica. Somente outras duas empresas brasileiras estão presentes na lista: Banco do Brasil e Natura.

Ao todo, foram avaliadas 7.500 empresas de capital aberto em 25 países, por meio de um conjunto de 21 indicadores ambientais, sociais e de governança, em relação aos seus pares do mesmo setor e a partir de informações disponíveis ao público. Para elaborar a lista, a organização avalia aspectos como a relação entre receita e toneladas de CO2 emitido, redução das emissões de gases de efeito estufa,  percentual de mulheres que ocupam cargo de liderança, redução de geração de resíduos e de consumo de água,  indicadores de saúde e segurança do trabalho e demais práticas de sustentabilidade das empresas.

De acordo com o diretor de Comunicação e Sustentabilidade da Cemig, Marco Antônio Lage, esse reconhecimento destaca os esforços e a preocupação da empresa na preservação do meio ambiente, no desenvolvimento da capacidade de inovação e no reconhecimento dos empregados, por meio de políticas ambientais e de segurança do trabalho.

“Esse resultado demonstra o comprometimento da Cemig com os objetivos de desenvolvimento sustentável da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, com sua receita principal obtida por meio do fornecimento de energia limpa e na ação contra mudança global do clima”, afirmou

A lista completa das empresas reconhecidas pela Global 100 está disponível no site da Corporate Knights.

Sobre a Cemig

A Cemig é a maior empresa integrada do setor de energia elétrica do País, com mais de 530 mil quilômetros de linhas de distribuição e uma capacidade instalada de 5,5 GW. Vale destacar que a concessionária foi selecionada, pela 20ª vez consecutiva, para compor a carteira do Índice Dow Jones de Sustentabilidade no período 2019/2020, mantendo-se como a única companhia do setor elétrico da América Latina a fazer parte do índice desde a sua criação, em 1999.

A Cemig está presente em 24 estados e no Distrito Federal, e conta com mais de 120 mil acionistas em 38 países, além de possuir ações negociadas nas Bolsas de Valores de São Paulo, Nova York e Madri.

Cemig orienta para a segurança com a rede elétrica durante o pré-carnaval

Então BrilhaOs foliões mineiros já esquentam os tamborins para entrar no ritmo da folia, com desfiles e apresentações de blocos e shows pré-carnavalescos, faltando apenas um mês para o início do feriado de carnaval. Dessa forma, a Cemig preparou algumas dicas para que as comemorações aconteçam principalmente com segurança em relação à rede elétrica. As orientações dizem respeito a instalação de iluminação, enfeites e alegorias, tráfego de trios elétricos e carros alegóricos e montagem de palcos e palanques.

A distância de 1,5 metro da rede elétrica deve ser respeitada na montagem de palcos, na instalação de iluminação e de adereços e no deslocamento dos trios e carros de som. Essa distância mínima é determinada para evitar o contato com a rede elétrica, que pode acarretar em choques elétricos e curto-circuito.

“A aproximação e o contato dos carros alegóricos e trios elétricos, por exemplo, trazem o risco de acidentes fatais. Blocos e escolas de samba precisam de cuidados especiais com a montagem, desmontagem e movimentação de andaimes e estruturas próximos à rede elétrica”, explica Demétrio Aguiar, engenheiro eletricista da Cemig.

Deve-se considerar também a presença de redes de telecomunicações nas estruturas que sustentam as redes elétricas (postes com uso mútuo). Essas redes encontram-se posicionadas abaixo das redes elétricas, nos mesmos postes. “Um contato mais forte de um trio elétrico ou carro alegórico com uma dessas redes pode resultar no comprometimento da estrutura, que pode cair sobre o veículo e sobre as pessoas que estiverem no local”, afirma Demétrio.

Outro elemento que pode trazer riscos é o uso de confetes e serpentinas. Esses materiais possuem elementos metálicos que podem provocar acidentes ao entrar em contato com a rede elétrica. “Os confetes arremessados, antes de se dispersarem, estão concentrados e podem causar curto-circuito nas redes de alta tensão. Por precaução, as pessoas não devem atirar nenhum objeto em direção à rede elétrica. Muito menos os sprays de espuma, que contêm mistura de água que age como um condutor de energia”, ressalta o engenheiro.

Para as pessoas que gostam de curtir o carnaval com festas em casa, as recomendações são: não ligar aparelhos elétricos próximo a duchas e piscinas, não utilizar gambiarras para ligar diversos aparelhos e respeitar a distância de 1,5 metro da rede elétrica em casos de montagem de estruturas no passeio próximo à residência.

Atenção redobrada em relação aos trios elétricos

É fundamental que o trajeto dos trios elétricos seja programado de forma que a soma da altura do veículo e da altura dos foliões que estiverem sobre ele não exceda a distância mínima de 1,5 metro com as redes aéreas. Segundo Demetrio, os veículos não devem trafegar sob a rede elétrica se a altura deles for igual ou maior que a distância recomendada, pois “além do risco de choque, há o risco de colisão com os cabos e consequente derrubada dos postes, fios e equipamentos da rede de energia sobre o próprio veículo ou sobre os foliões”.

O engenheiro da Cemig ainda chama a atenção daqueles que costumam acompanhar a festa nas ruas: “As recomendações servem não apenas para os foliões que estão sobre os trios elétricos, mas também para quem estiver sobre palanques e arquibancadas metálicas montadas para desfiles. Elas são estruturas grandes e altas que devem ficar longe da rede elétrica na instalação e fora do alcance da plateia”, explica.

Outro acessório que merece bastante atenção daqueles que estiverem em cima dos trios elétricos é o bastão de selfie. “Em hipótese alguma, o bastão de selfie deve se aproximar da rede elétrica”, destaca Demetrio.

Já no caso de colisão entre carro e poste, não se deve tocar ou se aproximar dos cabos caídos no solo ou das partes metálicas dos veículos para se evitar o risco de choque elétrico. “Caso haja um acidente, a população deve acionar imediatamente o Corpo de Bombeiros, pelo telefone 193, e também a Cemig, pelo 116”, completa o engenheiro.

Levantamento de fios é expressamente proibidos

O levantamento de fio para a passagem de trios elétricos é proibido, uma vez que é uma prática muito perigosa. Esse tipo de contato pode comprometer as estruturas que sustentam a rede elétrica.

“Quando se levanta um fio sem a devida autorização, já ocorre um erro grave. E ele pode ser ainda maior se olharmos os problemas que podem acarretar à sociedade. O esforço realizado pode ocasionar na queda do poste e ocasionar acidentes sérios, além de interrupção de energia para serviços públicos, como hospitais e delegacias”, afirma o especialista em segurança com a rede elétrica da Cemig.

Demetrio salienta que as redes de telecomunicações ficam afixadas nos mesmos postes e estão posicionadas logo abaixo da rede elétrica. “Não é permitido ‘suspender’ essas redes de telecomunicação. E, se o veículo de som ou trio elétrico se enroscar nesses fios, há risco de o poste se quebrar ou, ainda, de um fio telefônico se romper e ser projetado contra a rede elétrica, o que provocaria curto circuito com risco de choque elétrico às pessoas próximas”, conclui.

Confira as principais dicas da Cemig para um pré-carnaval seguro:

·         Para a instalação de enfeites em ruas e praças, respeite a distância mínima de 1,5 metro em relação à rede elétrica.

·         Trios elétricos e escolas de samba precisam de cuidados especiais com a montagem, desmontagem e movimentação de andaimes e estruturas próximas à rede elétrica.

·         Não utilizar os postes da Cemig ou padrões de energia para fixar decorações.

·         Não utilize arame ou fio metálico para afixar bandeirinhas e demais enfeites.

·         Todos os enfeites devem ser bem afixados, para que o vento não os desprenda e os projete contra a rede elétrica.

·         Não faça ligações irregulares na rede de distribuição de energia. Se for necessário, solicite junto a Cemig uma ligação provisória.

·         A instalação elétrica das barracas deve ser feita por eletricista profissional.

·         Não se aproxime de fios partidos caídos ao solo ou dependurados nos postes de energia. Impeça que outras pessoas se aproximem e avise imediatamente a Cemig por meio do telefone 116.