Cemig alerta para o risco de acidentes durante tempestades

Raios em BH - Demetrio Aguiar-CemigCom o início do período chuvoso em Minas Gerais, é preciso ficar atento ao risco de acidentes relacionados à energia elétrica durante as tempestades. Por isso, a Cemig traz uma série de orientações para a população ficar em segurança durante os temporais.

De acordo com o engenheiro de segurança do trabalho da empresa, Demetrio Aguiar, uma das primeiras coisas a se fazer é desligar equipamentos elétricos da tomada, evitando o risco de choques e de queima. “Ocorre da seguinte forma: durante a chuva, o raio atinge a rede elétrica e chega às residências por meio da fiação, podendo ser conduzido até os moradores”, explica.

O especialista alerta, ainda, para os danos que as descargas elétricas podem provocar no corpo humano: “O raio causa queimaduras gravíssimas e parada cardiorrespiratória, que leva inclusive à morte”.

As tempestades também podem derrubar postes e romper fios elétricos da rede de energia. Nesse caso, é imprescindível que todos se mantenham afastados do local da ocorrência. “Caso alguém se depare com um cabo partido, nunca deve se aproximar ou tocar a fiação e, se possível, não deve permitir que outras pessoas se aproximem também. A recomendação é telefonar imediatamente para o Fale com a Cemig, no telefone 116, que funciona 24 horas por dia”, orienta Demetrio.

Outro possível cenário de acidente é quando o fio elétrico se rompe e cai sobre um veículo. Nesse tipo de situação, os ocupantes do veículo devem permanecerem dentro do carro até a chegada da Cemig para que o circuito elétrico seja devidamente isolado e aterrado, para garantir o resgate com segurança.

“É importante ressaltar que o abandono do veículo somente deve ser feito em caso de incêndio nos pneus ou lataria. Caso contrário, é mais seguro permanecer lá dentro até a chegada da Cemig e Corpo de Bombeiros.

O mesmo cuidado deve ser tomado em caso de queda de árvores sobre as vias públicas, pois elas podem cair sobre a rede elétrica e trazer consigo fios elétricos possivelmente energizados que ficam escondidos entre as folhas e podem causar acidentes graves.

Outras dicas de segurança durante tempestades

- Em períodos de rajadas de ventos e descargas atmosféricas, a antena do televisor pode ficar desregulada. Se isso acontecer, não suba no telhado para ajustá-la, pelos riscos de queda, choque elétrico e de ser atingido por um raio.

- Se houver a necessidade de utilizar o telefone durante as tempestades, a melhor opção é o aparelho sem fio ou o celular, desde que o não estejam conectados na tomada.

- Evite a permanência em lajes altas ou locais descampados, jamais se abrigue embaixo de árvores e evite o uso do chuveiro elétrico.

- Tampas de caixas d’água, telhas, totens e quaisquer outros materiais que podem ser levantados com o vento devem ser bem afixados para impedir que atinjam pessoas, veículos e também as redes elétricas.

- É importante acompanhar a previsão meteorológica e, em caso de tempestades, evitar sair de casa.

- Evite locais sujeitos a alagamento.

Produtores rurais devem atualizar o cadastro na Cemig

Os produtores rurais e irrigantes que têm o benefício da tarifa de energia elétrica rural precisam atualizar o seu cadastro junto à Cemig até 16 de novembro para manter o benefício, como estabelece resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel. Para informar sobre a atualização a Cemig encaminhou carta aos clientes que precisam se recadastrar.

A Cemig esclarece que apenas os clientes notificados por correspondência é que precisam realizar o procedimento neste momento. Para se recadastrar, o cliente precisa ir a uma agência ou posto de atendimento Cemig Fácil levando os seguintes documentos:

·      Conta de energia;

·      CPF;

·      CNPJ com data de emissão recente (se pessoa jurídica);

·      Relação dos equipamentos que utilizam energia elétrica e as respectivas potencias (assinada pelo titular da conta);

·       Número da inscrição estadual (se houver);

·       ITR – Imposto sobre a propriedade territorial rural ou documento municipal que comprove a localização  rural;

·      Cópia do contrato ou estatuto social e sua última alteração(se pessoa jurídica);

·      Cópia da ata ou outro documento de designação do representante legal (se pessoa jurídica);

·      Registro de produtor rural expedido por órgão público ou outro documento que comprove a atividade rural exercida.

Os clientes que fazem parte da classe de consumo irrigante, além dos documentos acima, precisam levar o comprovante do licenciamento ambiental e da outorga do direito de uso de recursos hídricos, quando exigido em legislação federal, estadual, municipal ou da sua dispensa.

Dois amigos conversando:
— Eu tinha um cachorro que era uma coisa, viu! Sabia distinguir uma pessoa boa de um mau-caráter!
— Sério? Poxa, incrível… Mas o que aconteceu com esse cachorro?
— Ah, eu tive que vender! O bicho me mordeu mais de 20 vezes!

Cemig lança nova empresa com foco em energia solar e soluções energéticas

Considerada a energia do futuro, a geração de energia solar já é utilizada em larga escala em países como China, EUA, Japão e Alemanha. No Brasil, este processo dá os primeiros passos. Atualmente, cerca de 1% de toda energia produzida no país vem da matriz solar, evidenciando o tamanho da oportunidade que o mercado apresenta.

Para investir neste segmento, a companhia mineira lançou nesta terça-feira (8/10), sua nova marca focada em tecnologia, inovação e sustentabilidade, a Cemig S!M - Soluções Inteligentes em Energia. A empresa atuará no mercado de energia compartilhada por meio de geração distribuída, cogeração e armazenamento de energia, serviços tecnológicos, eficiência energética, gestão de iluminação pública e utilidades, mobilidade elétrica e serviços em conta, entre outras atividades.

A oportunidade já está disponível para pessoas jurídicas. As empresas que aderirem ao modelo podem ter redução significativa na tarifa de energia, sem necessidade de investimentos ou obras. Isso se traduz em competitividade, uma vez que a companhia pode alocar esses recursos em outras atividades. ACMinas, Mercado Central, Igreja Batista da Lagoinha, Minaspetro, Supermercados Epa, Fiemg e Oncocenter estão entre as entidades e empresas que já adotaram o sistema de geração distribuída em parceria com a Cemig S!M.

A nova empresa representa uma evolução dos negócios da companhia e pretende ser o maior player de geração distribuída do estado, com a governança e a expertise da Cemig, antecipando o varejo do futuro, ao entregar soluções mais eficientes e buscar parceiros para fomentar o comércio e a indústria em Minas Gerais, estado privilegiado em irradiação solar. A marca visa democratizar a energia renovável em centros de consumo, onde não há espaço para construção em escala e, ao mesmo tempo, fomentar o desenvolvimento econômico nas comunidades onde os projetos serão implementados.

Uma nova realidade

A Cemig S!M traz toda a experiência da Cemig para proporcionar soluções inovadoras, inteligentes e ecológicas para o uso eficiente dos recursos energéticos. A marca representa uma nova abordagem no setor de energia, visível no próprio nome da empresa, que representa a assertividade desejada pela companhia na busca destas soluções, bem como a simplicidade necessária nos negócios atuais.

Para o presidente da Cemig, Cledorvino Belini, a energia solar representa o futuro. “A Cemig S!M coloca a companhia alinhada com o que há de mais moderno no mundo em termos de geração de energia. A busca por fontes alternativas de energia não para de crescer, e não se dá somente por fatores econômicos. Hoje, os esforços estão voltados para reduzir a emissão de gases de efeito estufa e acelerar avanços tecnológicos que aumentem a eficiência na geração e no uso da energia”, comenta. “Novas ideias estão mudando nossa forma de agir e pensar. As cidades estão se tornando mais tecnológicas e a realidade, mais sustentável, inteligente e conectada”, completa.

O presidente da Cemig S!M, Danilo Gusmão, explica que a marca nasceu da fusão de duas empresas que já existiam, a Cemig GD e a Efficientia. “Agora, surgiu uma necessidade do mercado e também dos acionistas, de sermos mais ágeis e digitais, em consonância com a indústria 4.0. Trabalhando com armazenamento, mobilidade elétrica e eficiência energética, vamos ser provedores da melhor solução do mercado para os empreendedores”, pontua. “ A Cemig S!M é uma empresa simples, ágil e eficiente, que dará respostas rápidas ao mercado. Venderemos soluções mais inteligentes e uma energia mais barata, que trará competitividade para os negócios, por meio de uma cultura startup e menos hierarquizada”, afirma.

Parceria

Para a construção das usinas, a Cemig S!M realizou parceria com a Mori Energia. Juntas, as empresas visam implantar 32 usinas solares fotovoltaicas em 17 cidades do estado. A estimativa é de que as usinas – que têm potência instalada de 200 MW, cada – gerem 300 gigawatts/hora por ano de energia limpa, renovável e eficiente.

Até o final de 2020, o investimento será de R$ 600 milhões e gerem 4 mil empregos.  A previsão de faturamento é da ordem de R$ 140 mi ao ano.