Mosaic Fertilizantes conclui processo de aquisição da Vale Fertilizantes

A Mosaic Fertilizantes, maior produtora global de fosfatados e potássio combinados, concluiu o processo de aquisição da Vale Fertilizantes, anunciado em dezembro de 2016. A empresa amplia sua posição como a maior produtora mundial de fosfatados e potássio combinados, com cerca de 50% de seus funcionários estrategicamente baseados no Brasil.

“Hoje damos início a uma nova jornada de transformação para construir uma empresa de agronegócio única no mercado brasileiro – que minera, produz, mistura e distribui nutrientes e ajuda o mundo a produzir os alimentos de que precisa. Encaramos essa jornada com uma combinação única de ativos valiosos e profissionais qualificados”, diz Rick McLellan, vice-presidente sênior da Mosaic Brasil.

A Mosaic Fertilizantes passa a operar no mercado da América do Sul com superfosfato (SSP), triplo superfosfato (TSP), fosfato monoamônico (MAP), fosfato dicálcico (DCP) e cloreto de potássio (KCl). A companhia também expande sua atuação no mercado de nutrição animal e passa a atuar em novos mercados, comercializando produtos industriais, como gesso e ácido sulfúrico.

A empresa passa a contar com uma capacidade operacional para produção de 27,2 milhões de toneladas de fosfato concentrado e potássio, representando 16,8 milhões de toneladas de fertilizantes fosfatados e 10,4 milhões de toneladas de potássio, respectivamente.

Como parte da negociação inicial entre as partes, Luciano Siani Pires, CFO da Vale desde 2012, foi eleito para fazer parte do Conselho de Administração da Mosaic, com atuação vigente a partir desta segunda-feira. Antes de seu papel atual, ocupou cargos nas áreas de Planejamento Estratégico, Recursos Humanos e Governança na Vale S.A. e também trabalhou na McKinsey & Company e no Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). O Sr. Siani Pires é brasileiro, e possui um MBA em Finanças pela New York University (Leonard N. Stern School of Business), trazendo ampla experiência em finanças, mercado de capitais, estratégia e fertilizantes ao Conselho de Administração da Companhia.

UNIARAXÁ doa livros à OAB de Araxá

DOACAO LIVROS UNIARAXAA Editora Saraiva, no intuito de desenvolver uma proposta complementar ao trabalho do Professor em sala de aula e aumentar a aprendizagem do Aluno, criou o SSA (Saraiva Solução de Aprendizagem). Trata-se de uma metodologia presencial que contempla a prévia leitura de livros, publicados pela Editora bem como atividades de aprendizagem, articuladas ao conteúdo curricular das Instituições de Ensino.

A parceria entre o UNIARAXÁ e a Saraiva, por meio do SSA, fornecerá aos Alunos da Instituição um kit de livros por semestre; ou seja, um livro por Disciplina cursada. No último semestre, os Alunos do Curso de Direito do UNIARAXÁ terão recebido todos os exemplares; advindos da parceria firmada; e, assim, tendo a oportunidade de formar a sua própria Biblioteca.

Para a Aluna Egressa Luciana Rodrigues, um bom livro pode ser uma arma poderosa no processo de construção de conhecimentos. “Como Egressa do Curso de Direito, posso dizer que a parceria do UNIARAXÁ com a SSA é de grande valia para os Alunos. Apesar da facilidade de pesquisa no mundo atual, nada substitui um bom livro físico de autores renomados e completos, como os ofertados pela parceria. Sem dúvida, é uma oportunidade única cursar uma faculdade com nota máxima no MEC; e, ainda, conseguir montar a nossa própria Biblioteca em casa”, afirma Luciana.

O UNIARAXÁ, ciente dos benefícios dessa metodologia, decidiu expandir o sucesso e doou à OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Araxá, 105 exemplares que restaram dos kits, distribuídos no segundo semestre de 2017; todos com o conteúdo relacionado à área do conhecimento em Direito. O Reitor do UNIARAXÁ, Prof. José Oscar de Melo, juntamente com o Professor e Coordenador do Curso de Direito, Nilson Carvalho e a Coordenadora da Biblioteca da Instituição, Maria Clara Fonseca, fizeram a entrega das obras, no último dia 04/01 aos membros da 33º Subseção da OAB/MG. De acordo com o Reitor Prof. José Oscar, os livros serão uma importante ferramenta de estudo e trabalho para os profissionais de nossa cidade. “Essa parceria, além de beneficiar nossos Alunos, que agora têm a oportunidade de construir sua Biblioteca pessoal, alcançará, também, nossos profissionais da área do Direito; os quais poderão, a partir de agora, usufruir das obras. É uma excelente forma de estreitar a parceria entre o UNIARAXÁ e a OAB; garantindo mais uma ferramenta de estudo e trabalho para os membros da Entidade”, destaca o Reitor.

O Presidente da OAB de Araxá e Egresso do UNIARAXÁ, Tiago Pereira, ressalta a importância do material àqueles que buscam a aprovação no exame da OAB. “Gostaria de parabenizar o Magnífico Reitor do UNIARAXÁ, Professor José

Oscar e o Diretor do Curso de Direito, Professor Nilson Vieira de Carvalho, pela iniciativa de aderir à SSA; na qual todos os Alunos do Curso de Direito recebem um livro por Disciplina cursada, além de ter à disposição a coleção completa de obras digitais de diversos autores da Saraiva. Acreditamos que essa iniciativa, além de garantir a cada Aluno a formação de sua Biblioteca pessoal, ao final do curso, contribui e muito para a formação acadêmica dos Estudantes, bem como a sua aprovação no exame da OAB; principalmente, daqueles Alunos mais carentes que, via de regra, não têm poder aquisitivo para adquirir os livros necessários à sua formação. Digo isso, porque quando cursei Direito no UNIARAXÁ, a situação do Estudante não era nada fácil. Naquela época, o custo dos livros era bem maior que hoje e a Biblioteca possuía poucos exemplares de livros de cada Disciplina cursada. Nesse quadro, a única maneira de o Estudante carente estudar era pegando os livros, antecipadamente na Biblioteca, pois na época das provas e avaliações universitárias, não havia livros suficientes para todos. Acredito que, naquela época, se pudesse usufruir dos benefícios da SSA, poderia ter me saído bem mais preparado do Curso de Direito. Agora, cabe aos Estudantes aproveitarem essa grande ferramenta; fazendo o aproveitamento necessário dos livros e da Biblioteca Digital que estão sendo colocados à disposição, pela atual gestão da Instituição”, enfatiza Tiago Pereira.

O UNIARAXÁ espera que o resultado dessa parceria seja a construção de conhecimentos de forma mais estratégica e eficaz; contribuindo para o desenvolvimento de habilidades e competências dos universitários; tão cruciais para um melhor desempenho em avaliações oficiais; e, consequentemente, o alcance de uma carreira profissional brilhante e de sucesso.

Cemig prorroga Campanha de Negociação de Débitos até fevereiro

Clientes que possuem contas de energia vencidas podem procurar a Cemig até 16 de fevereiro para negociar a regularização dos débitos. Durante a Campanha de Negociação de Débitos, em vigor desde novembro do ano passado, a companhia oferece condições diferenciadas, como a isenção de multas e juros, nos casos de pagamentos à vista, e opções de parcelamento mais atrativas, em até 24 meses.

De acordo com o superintendente de Gestão da Receita da Distribuição da Cemig, Helton Ferreira Diniz, as facilidades proporcionadas durante a campanha consideram o atual momento econômico do país e buscam facilitar ao máximo a regularização da situação do consumidor que está em débito. “Essa é uma ótima oportunidade para que o cliente negocie sua dívida e evite a suspensão do serviço de energia ou inclusão no cadastro negativo dos órgãos de proteção ao crédito”, afirma Diniz.

Para atender à demanda da capital mineira, a Cemig criou uma estrutura exclusiva na rua Itambé 114, bairro Floresta, na região Central. Além disso, a Cemig possui um número de telefone exclusivo para negociação e parcelamento das dívidas para os clientes todo o estado: o 0800 721 7003 está disponível de segunda a sexta-feira, das 9 às 21 horas, e aos sábados, das 9 às 15 horas.

Além do 0800, os clientes em débito podem receber atendimento presencial em uma das agências da Rede Cemig Fácil, se assim preferirem.

“Os parcelamentos poderão ser realizados pelo titular da fatura – mediante a confirmação dos dados cadastrais no contato telefônico ou apresentação do CPF ou RG nas agências de atendimentos – ou representante legal com a devida documentação e procuração para esse fim”, explica Helton Diniz. Ainda de acordo com o superintendente, as condições de negociação são atrativas e variam de acordo com o número de faturas vencidas. Os clientes poderão obter mais detalhes  nos canais de atendimento da companhia.

Comunicação da inadimplência

A Cemig utiliza diversas formas de comunicação para evitar a inadimplência e a inscrição do titular no serviço de proteção ao crédito. As principais são o envio de e-mail, SMS, carta-cobrança, carta de notificação e o contato telefônico.

Proteção da receita

A Cemig vai intensificar as ações voltadas à proteção da receita neste ano. De acordo com Helton Diniz, a empresa efetuou cortes no fornecimento de energia em 900 mil unidades consumidoras em 2017, devido à inadimplência. “Essas ações serão mantidas neste ano”, acrescenta o superintendente. As perdas comerciais também serão combatidas: “Até o momento, 200 mil inspeções para identificação de fraudes estão programadas”, alerta o superintendente.