Archives for

Educação

Clínica de Fisioterapia do UNIARAXÁ recebe Moção de Congratulações

UNIARAXAA Clínica de Fisioterapia do UNIARAXÁ tem construído uma história cheia de conquistas e benefícios para a cidade de Araxá no decorrer dos anos. A Unidade de Apoio ao Ensino e as atividades de Ensino, Extensão e Pesquisa do Curso de Fisioterapia do Centro Universitário foi inaugurada em Agosto de 2007, com o objetivo de proporcionar aos Discentes o desenvolvimento de competências necessárias à sua formação profissional e cidadã, por meio da experiência no contexto de atividades de observação, atendimento e prática supervisionada.

Diante dessa trajetória de sucesso, a Câmara Municipal de Araxá, em Sessão Ordinária do dia 31/10/2017, por iniciativa do Vereador Emílio Castilho, conferiu Moção de Congratulações à Clínica de Fisioterapia do UNIARAXÁ, pelas comemorações de seus mais de 10 anos de existência; especialmente pelos relevantes serviços prestados à Comunidade Araxaense. A entrega aconteceu no último dia 03/04, no UNIARAXÁ. A Moção foi conferida aos Professores da Instituição: Prof. Reitor José Oscar de Melo, Prof. Pró-reitor Fabrício Borges Oliveira, Prof. Anderson Santos Carvalho, Profª. Ana Paula Nassif Tondado da Trindade, Profª. Giselle Cunha Machado, Profª. Laura Borges Viana da Costa Baião Lemos, Prof. Luiz Fernando Alves de Castro, Prof. Marcelo Alves Barboza, Prof. Leonardo Contato Balieiro, Profª. Ritta de Cássia Canedo Oliveira Borges, Prof. Helcio Balbino dos Santos e Profª. Vanessa Paula da Silva.

Para o Professor e Coordenador do Curso de Fisioterapia e da Clínica de Fisioterapia do UNIARAXÁ, Anderson Santos, esse reconhecimento é uma forma de ressaltar a qualidade do trabalho desenvolvido, bem como a importância do papel social da Clínica. “O Curso de Fisioterapia do UNIARAXÁ recebeu nota máxima do MEC no processo de Renovação de Reconhecimento de Curso. Apenas um pequeno grupo seleto de Cursos de Fisioterapia no Brasil tem nota máxima pelo MEC; e, o Curso do UNIARAXÁ está entre eles. A Clínica de Fisioterapia do UNIARAXÁ veio para atender os Estágios Supervisionados do Curso de Fisioterapia; e, hoje se encontra credenciada junto ao SUS. Os Alunos e Alunas, supervisionados por Professores Fisioterapeutas, prestam atendimento fisioterapêutico à população e têm obtido sucesso. Em 10 anos de funcionamento, já foram realizados atendimentos em diversas áreas da Fisioterapia. Em um espaço amplo, moderno e com equipamentos de ponta, a Clínica de Fisioterapia do UNIARAXÁ coleciona resultados e elogios de quem já passou por aqui. Ficamos muito satisfeitos com essa Moção, que vem, de certa forma, prestar o reconhecimento pela qualidade dos atendimentos e pelos resultados alcançados; além de reconhecer, também, o papel social da Clínica de Fisioterapia que é ajudar a Comunidade a ter mais qualidade de vida”, destaca o Coordenador.

UNIARAXÁ no Projeto Rondon

loader_noticia_imagemO Projeto Rondon é o maior Projeto de Extensão Universitária do país e tem demostrado a prática ideal de Ensino, Pesquisa e Extensão, apresentando resultados satisfatórios; partilhando saberes tanto dos Estudantes e Docentes, quanto das Comunidades nas quais atuam. É por esse Projeto que Universitários Brasileiros conseguem consolidar o real sentido de responsabilidade social e ações coletivas, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais.

O UNIARAXÁ teve sua proposta aprovada pelo Ministério da Defesa para participar da Operação Palmares. Dentre as 52 propostas, apresentadas por diversas Instituições de Ensino Superior de todo País, a Proposta do UNIARAXÁ foi classificada em 3º lugar. A Proposta obedece à temática: Conjunto A: Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde. A Equipe de Rondonistas será composta de 8 Alunos e 2 Professores. Os Alunos interessados poderão se inscrever no período de 7 de fevereiro a 9 de março de 2018, conforme prevê Edital, divulgado no site do UNIARAXÁ. Poderão se inscrever no Projeto, Acadêmicos dos Cursos de Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia, Estética e Cosmética, Direito e Pedagogia. Os Alunos que participarão das atividades ficarão no munícipio de Chã Preta, no Estado do Alagoas, entre os dias 17 de julho a 2 de agosto de 2018.

O perfil dos participantes dessa edição será voltado a competências como Comunicação Assertiva, Criatividade, Pró-atividade, Entusiasmo, Senso Crítico, Espírito de Equipe, Bom Desempenho Acadêmico, Capacidade de Rusticidade, entre outras. Os participantes devem, ainda, ter boas condições de saúde clínica, odontológica e psicológica, tendo em vista a permanência em localidades com poucos recursos. Devem possuir, também, disponibilidade de viagem e de preparação das atividades a serem desenvolvidas no local das ações.

O UNIARAXÁ acredita no potencial da proposta pedagógica desse Projeto e incentiva seus Alunos a participarem e a construírem conhecimentos de significativa importância para as suas carreiras acadêmicas. Conhecimentos estes, que serão levados não apenas às suas carreiras profissionais tendo em vista a prática efetiva alicerçada à teoria; mas, sobretudo, a aquisição de saberes construídos a partir da convivência com as pessoas menos favorecidas e da experiência vivenciada no cotidiano das Comunidades atendidas.

O Centro Universitário do Planalto de Araxá considera o Projeto Rondon uma ferramenta significativa e eficaz para o desenvolvimento de competências e habilidades de seus Alunos, tanto no âmbito do Ensino como também na construção de bases sólidas para a vida em sociedade.

Curso de Direito do UNIARAXÁ garante ótimo Conceito do MEC

uniaraxaUm dos objetivos primordiais do Curso de Direito do UNIARAXÁ consiste em formar o Profissional que seja voltado para os fatos sociais, capaz de captar a dimensão jurídica e conceituá-la face à legislação vigente. Ademais, formar o Profissional que tenha capacidade para equacionar problemas; e, consequentemente, buscar soluções harmônicas a partir das exigências sociais bem como conviver e administrar os tipos de conflito humano, dentro do ordenamento jurídico. Atendendo a esse objetivo, o Curso de Direito do Centro Universitário do Planalto de Araxá comemora essa semana mais uma grande conquista: Nota 4 na avaliação do MEC.

Na última semana, entre os dias 26 e 28/02, o Centro Universitário recebeu a visita de avaliadores do MEC, cujo objetivo foi a Renovação de Reconhecimento do Curso de Direito. A Comissão de Avaliação, nos dias em que esteve na Instituição, realizou o procedimento avaliativo de acordo com agenda de trabalho, elaborada pelos próprios avaliadores. A Comissão foi composta pelos Doutores Helder Baruffi, com Pós-Doutoramento em Direito, pela Universidade de Coimbra; e, Inês Cabral Ururahy de Souza, Doutora em Direito pela Universidade de Burgos. Eles verificaram as 3 Dimensões do Curso, ou seja, Organização Didático-Pedagógica, Corpo Docente e Tutorial, Infraestrutura e o cumprimento aos Requisitos Legais.

Durante todo o processo avaliativo, todas as informações solicitadas pela Comissão foram plenamente atendidas; resultando na conclusão de que o Curso de Bacharelado em Direito do UNIARAXÁ, na modalidade Ensino Presencial, apresenta um perfil Muito Bom de qualidade, com Conceito Final 4. O Professor M.e Nilson Vieira de Carvalho, Docente, Coordenador do Curso de Direito e Diretor do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas Exatas e da Terra (ISAE), conta um pouco do feedback dos avaliadores. “Ao final, em reunião com o Grupo de Gestão do UNIARAXÁ, teceram vários comentários elogiosos sobre suas constatações ao visitarem todos os departamentos relacionados ao Curso de Direito, como também, pelas entrevistas com os Alunos, Professores e Corpo Técnico-administrativo. No relatório apresentado pela Comissão ao MEC, o conceito final atribuído ao Curso de Direito do UNIARAXÁ foi o CONCEITO 4, para satisfação e orgulho de todos nós”, conta o Coordenador do Curso de Direito.

Vale ressaltar que o Conceito Máximo do MEC é 5. Para o Centro Universitário, trata-se de uma importante vitória, que passa do Conceito 3 para o Conceito 4; reforçando, mais uma vez, o compromisso da Instituição em buscar, continuamente, a qualidade do Ensino e garantir aos Alunos resultados cada vez mais significativos.

Para a Aluna do 7º Período do Curso de Direito, Fernanda Borges da Silva, esse resultado agrega um valor crucial, não só na vida acadêmica, mas também, na futura carreira profissional dos Alunos. “É importante, principalmente, para o Aluno, pois ressalta que a Instituição adquiriu as qualidades necessárias para o bom desempenho de sua Missão. Quando as pessoas veem um Conceito como esse, sentem-se atraídas pela Instituição, chamando a atenção das gerações que estão por vir. Para nós, trata-se, também, de um atrativo a mais em nosso currículo acadêmico; refletindo, de forma positiva, na vida profissional”, compartilha a Estudante.

Outros Cursos do UNIARAXÁ, também, possuem Conceito 4 na Avaliação: Gestão Comercial; Gestão de Recursos Humanos; Engenharia de Produção; Engenharia Ambiental; Engenharia Civil; Psicologia. E, não para por aí! Alguns dos Cursos garantiram nota máxima durante as visitas das Comissões Avaliadoras, ou seja, atingiram o Conceito 5: Estética e Cosmética; Fisioterapia; e, Pedagogia.

Com esse Conceito, o Curso de Direito do UNIARAXÁ reitera seu propósito de oferecer aos Acadêmicos uma sólida formação no Universo Jurídico; propiciando o conhecimento eficaz e necessário na busca pela efetiva realização da Justiça e na concretização da Cidadania.

Cemig estende promoção que concede bônus de 40% na troca de motor elétrico

Stockphotos - Cemig DivulgacaoA Cemig está oferecendo um bônus de até 40% na compra de motores elétricos para grandes, pequenas, médias e micro empresas ou consumidores residenciais que substituírem seu equipamento obsoleto. As propostas para o Programa Cemig Troca Seu Motor devem ser entregues até o dia 30 de abril e cada motor deve ter potência entre 1 e 250 CV e a potência total dos motores substituídos não pode ultrapassar 2.000 CV por cliente. A iniciativa conta com o apoio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) e do Sebrae-MG.

Qualquer cliente da Cemig pode participar do projeto e, para receber o bônus, deve realizar o descarte correto dos equipamentos antigos, conforme regulamento do programa. Com o cumprimento dessas etapas, a empresa  fará o depósito diretamente aos clientes de até 40% do valor do motor novo.

Desde o ano passado, a Cemig já destinou cerca de R$ 300 mil em bônus para troca de 41 motores, proporcionando uma economia de energia de 264 megawatts-hora (MWh) por ano, o suficiente para atender o consumo médio de 146 residências.

Atualmente, os motores elétricos são responsáveis pelo consumo de, aproximadamente, 30% do consumo de energia produzida pelo Brasil. Dessa forma, a substituição de motores elétricos antigos possibilitará o aumento de produtividade com menor consumo de energia elétrica.

Para Ronaldo Lucas Queiroz, gerente de Eficiência Energética da Cemig, o objetivo desse programa é incentivar a substituição de motores elétricos antigos, que têm alto consumo energético, por equipamentos mais modernos e eficientes. Além disso, a iniciativa fomenta a cultura da eficiência energética e a preservação do meio ambiente ao promover a redução da demanda por energia.

As inscrições para o Cemig Troca Seu Motor, que faz parte do Programa Energia Inteligente da companhia, se encerram em 30 de abril ou até o esgotamento dos recursos. Para consultar o regulamento e outras informações, acesse o site www.cemigtrocaseumotor.com.br.

Programa Energia Inteligente

Disseminar a cultura do uso consciente e sustentável de energia é uma ação contínua da Cemig. Desde 1998, a empresa já investiu mais de R$ 600 milhões na implantação de projetos de eficiência energética. Os recursos destinados a essas ações se intensificam a cada ano, sendo que, somente em 2017, foram R$ 69,3 milhões investidos.

O Programa Energia Inteligente da Cemig se baseia no incentivo à mudança de hábitos, resultando na redução e eliminação do desperdício como forma de bom uso e preservação dos recursos naturais. Os projetos do programa são voltados para clientes de baixa renda, entidades sem fins lucrativos, prefeituras, hospitais, iniciativa privada e para a área de educação. Entre outras ações, merecem destaque a substituição de chuveiros elétricos por sistemas de aquecimento solar, substituição de lâmpadas ineficientes e autoclaves antigas com alto consumo de energia por mais modernas e mais eficientes.