Archives for

Notícias – Araxá

Cemig Geração Distribuída inaugura primeira usina fotovoltaica

A Cemig Geração Distribuída (Cemig GD) inaugurou, nesta quinta-feira (14/2), em Janaúba (Norte de Minas), a primeira usina de minigeração destinada ao atendimento a clientes atendidos em baixa tensão, como comércios e pequenas indústrias. Com um investimento de R$ 18,5 milhões e uma área de 230 mil m2, o equivalente a 27 campos de futebol, a unidade é uma parceria com o Grupo Mori Energia Solar.

A energia gerada pelas 16 mil placas fotovoltaicas que captam a irradiação solar, um insumo abundante no Norte de Minas, será utilizada por comerciantes do Mercado Central e por empresas e indústrias associadas à Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG). O evento contou com a presença do diretor de Gestão de Participações da Cemig, Daniel Faria Costa, do diretor de Finanças, Administração e Comercialização da Cemig GD, Marco Aurélio Guimarães Monteiro, do prefeito de Janaúba, Carlos Isaildon Mendes, da diretoria da Mori, além de outras autoridades.

O diretor de Gestão de Participações da Cemig, Daniel Faria Costa, salientou as vantagens e benefícios da geração distribuída, de acordo com a resolução 482/2012 da Aneel. “Os clientes de alta tensão podem comprar no mercado livre, enquanto os clientes de baixa tensão só podem receber energia da distribuidora, agora toda empresa ou pessoa física pode deixar de ser um simples consumidor e pode ser um gerador, mas não é um gerador clássico. Ele compensa o seu próprio consumo e, eventualmente, constitui créditos para consumos futuros”, destacou

A Cemig GD desenvolve usinas de geração distribuída, proporcionando benefícios ambientais, reduzindo o consumo de combustíveis fósseis e as emissões de gases de efeito estufa, além de contribuir com a redução dos custos de energia atuais, para o desenvolvimento sustentável e o aumento da competitividade da indústria mineira.

No Brasil, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estabelece que as fontes de geração distribuída devem ser renováveis, tais como painéis fotovoltaicos e geradores hidráulicos de pequeno porte e eólicos, dentre outras fontes, possibilitando ao consumidor gerar sua própria energia elétrica (conhecido como “prosumidor” – produtor + consumidor), inclusive por meio de união de diversos interessados em consórcios, cooperativas ou condomínios.

Segundo o Atlas Solarimétrico da Cemig, a região Norte de Minas, especialmente Janaúba e o município vizinho de Jaíba, apresenta valores médios de potencial de geração de energia comparáveis aos melhores valores do país, que são encontrados no Nordeste.

O governo de Minas Gerais estimula a produção e a comercialização dessa energia no Estado a estabelecimentos com atividade de geração, transmissão ou comercialização de energia solar, por meio da concessão de créditos de ICMS relativos à aquisição de energia solar produzida no Estado, pelo período de 20 anos.

Foto2

Pré-carnaval: Ligação provisória deve ser solicitada com antecedência

FOTO: ISTOCKPHOTOS

FOTO: ISTOCKPHOTOS

O pré-carnaval está mobilizando foliões em diversas cidades de Minas Gerais. Mas a festa não é só divertimento: a economia é aquecida, e barracas e comércios são criados para a comodidade dos foliões, sendo que a energia elétrica é fundamental para o funcionamento dessas estruturas provisórias.

Por isso, os organizadores também devem ficar atentos ao prazo de atendimento para solicitar as ligações provisórias à Cemig. Segundo o agente de processos comerciais da Companhia Rosano Figueiredo Guilherme, o ideal é que os requerimentos sejam encaminhados com, no mínimo, 48 horas de antecedência a qualquer agência da Cemig.  Vale lembrar que não poderá haver débito vencido em nome do solicitante. No caso de evento realizado em via pública, será obrigatória a apresentação de documento de autorização emitido pela prefeitura ou outro órgão competente.

“Caso seja necessária a ligação provisória de energia elétrica, o responsável deve ir até a agência da Cemig mais próxima, informar o local e os equipamentos elétricos a serem utilizados e pagar a taxa referente à prestação do serviço que será executado por técnicos da empresa. Além disso, todo serviço de instalação elétrica interna das barracas deve ser feito por profissional especializado, eletricista predial ou padronista”, explica Figueiredo. A fiação também deve ser disposta de forma que não haja risco de energização acidental da estrutura da barraca, o que poderia colocar em perigo as pessoas e resultar até em acidentes graves e fatais.

O engenheiro de segurança Demétrio Venício Aguiar, da Cemig, também recomenda que os enfeites de ruas e praças, como as típicas bandeirolas, faixas e outros adereços, sejam feitos com materiais isolantes, biodegradáveis e que não sejam afixados próximos da rede elétrica. Os fogos de artifício devem ser manuseados somente por adultos e utilizados em locais distantes da fiação, afastados de bandeirinhas e outros materiais que apresentem risco de incêndio.

Não deixe o choque elétrico acabar com a energia do seu carnaval

• Para a instalação de enfeites em ruas e praças, respeite a distância mínima de 1,5 metro em relação à rede elétrica. Quanto maior a distância, maior é a segurança.

• Não instale enfeites ou qualquer outro tipo de adereços utilizando os postes ou os pontaletes de padrão da Cemig como forma de fixação dos mesmos.

• Não utilize arame ou fio metálico para afixar bandeirinhas e demais enfeites.

• Todos os enfeites devem ser bem afixados, para que o vento não os projete contra a fiação da rede elétrica, provocando acidentes graves.

• Se for necessário usar equipamentos elétricos, como freezers, lâmpadas, etc, não faça “gatos” em hipótese nenhuma. Solicite junto à Cemig uma ligação provisória.

• A instalação elétrica das barracas deve ser feita por eletricista profissional, protegida contra esforços mecânicos e por disjuntor termomagnético.

• Nunca tente retirar qualquer tipo de material, que, por qualquer motivo, possa estar preso à rede elétrica.

• Não se aproxime de fios partidos caídos ao solo ou dependurados nos postes de energia. Impeça que outras pessoas se aproximem e avise imediatamente a Cemig por meio do Fale com a Cemig – 116.

Iluminação, enfeites e alegorias

• Não lançar artefatos – como serpentinas e confetes, entre outros, metálicos ou não – na rede elétrica.

• Antes de fazer qualquer ligação elétrica ou de instalar enfeites e alegorias, consultar a Cemig.

• Não instalar nenhum enfeite próximo à rede elétrica.

• Não fazer ligações clandestinas (gatos).

• Não jogar líquidos, sprays e água na rede elétrica. Há risco de choque elétrico.

Trios elétricos e carros alegóricos

• O trajeto dos trios elétricos e carros alegóricos deve ser vistoriado previamente, considerando a altura total do veículo com as pessoas sobre ele, em relação à fiação da rede elétrica e demais obstáculos.

• Também deve ser levada em conta a altura das redes de telecomunicações existentes, pois existe o risco de colisão com os fios e consequente derrubada dos postes, cabos e equipamentos da rede elétrica, que podem cair sobre o próprio veículo ou sobre os foliões.

• Nunca tentar suspender cabos de qualquer natureza para facilitar a passagem de trios elétricos ou carros alegóricos. Em caso de risco de colisão dos veículos com os cabos, acionar a Cemig imediatamente.

• Observar a existência da rede elétrica e tomar cuidado para não se aproximar dela ou não tocá-la.

Palanques e palcos de shows

• A montagem e a desmontagem devem considerar a existência das redes elétricas aéreas e, em caso de escavação, também redes subterrâneas, respeitando a distância mínima de 1,5 metro dos cabos e equipamentos da rede.

• A fixação das coberturas deve ser feita adequadamente para evitar o desprendimento e possível projeção contra a rede elétrica.

Colisão de veículos com postes

• Não sair do veículo. A pessoa poderá tomar um choque se houver algum cabo partido em contato com o veículo. Se precisar sair do veículo em função de um incêndio, abrir a porta e pular com os pés juntos, o mais longe possível, sem tocar a lataria do carro e se afastar do local com pequenos passos.

• Em caso de cabo partido, o socorro às vítimas deve ser feito com total segurança por equipes especializadas, e deve-se acionar imediatamente a Cemig para desligar a rede elétrica e o Corpo de Bombeiros.

Cemig é eleita a companhia de energia elétrica mais sustentável das Américas

Usina de Tres Marias é um dos exemplos da produção de energia limpaA Cemig foi considerada a companhia de energia elétrica mais sustentável das Américas e ocupa a 19ª posição no ranking de Corporações Mais Sustentáveis do Mundo Global 100 de 2019, elaborado pela revista canadense Corporate Knights. O anúncio foi feito no Fórum Econômico Mundial, que acontece em Davos, na Suíça. Neste ano, foram analisadas mais de 7 mil empresas em todo o mundo pela publicação internacional.

A Cemig foi uma das quatro empresas brasileiras incluídas entre as mais sustentáveis do mundo no ranking e também obteve uma das três melhores classificações dentre as que fazem parte do seu segmento de negócios em todo o mundo. Ao todo, foram avaliadas 7.536 empresas de capital aberto em 21 países, por meio de um conjunto de indicadores ambientais, sociais e de governança, em relação aos seus pares do mesmo setor e a partir de informações disponíveis ao público. Também foram feitos contatos diretos com empresas com ações negociadas em bolsas de valores, com receita bruta anual superior a US$ 1 bilhão, e envio de questionários específicos, onde as empresas selecionadas são convidadas a complementar suas informações.

De acordo com o vice-presidente da Cemig, Luiz Humberto Fernandes, esse reconhecimento destaca os esforços e a preocupação da empresa na preservação do meio ambiente, no desenvolvimento da capacidade de inovação e no reconhecimento dos empregados, por meio de políticas ambientais e de segurança do trabalho.  “Cerca de 98% da capacidade de geração da Cemig corresponde a fontes de energia limpa, principalmente a hidráulica. Trabalhamos internamente e junto à sociedade, focados no desenvolvimento de soluções cada vez mais sustentáveis e inovadoras, o que nos permite obter resultados relevantes, como a presença da Cemig em índices como o The Global 100 e o Dow Jones de Sustentabilidade, divulgado pela RobecoSam”, afirmou.

Luiz Humberto Fernandes também ressaltou outras áreas que a Cemig tem priorizado e que foram importantes para integrar o ranking The Global 100.  “A Cemig tem feito uma avaliação rigorosa nos seus processos e indicadores relacionados à produção de energia elétrica, incluindo o controle de emissões de gases causadores do efeito estufa. Além disso, temos um rigoroso controle sobre o nosso sistema de abastecimento de água, descarte de resíduos sólidos e investimos bastante em inovação e em políticas de valorização do empregado”, afirmou.

A lista completa das empresas reconhecidas pela Global 100 está disponível no site da Corporate Knights.

Controle na emissão dos gases de efeito estufa

O Inventário de Gases de Efeito Estufa está disponível no site da Cemig. Esse documento permite ainda a implementação de ações com o objetivo de promover metas de redução dos gases de efeito estufa (GEE) pela empresa.

O inventário dos gases causadores do aquecimento global é realizado pela Cemig para verificar o quanto ela emite de GEE. A elaboração do documento é a primeira medida para que um setor, instituição ou empresa possa contribuir para mitigar as mudanças climáticas, no qual se estabelecem estratégias, planos e metas para redução e gestão das emissões de GEE, no entanto é necessário desenvolver novas iniciativas para minimizar os riscos dos efeitos das mudanças climáticas.

Mais informações podem ser obtidas no site da Cemig.

Sobre a Cemig

A Cemig é a maior empresa integrada do setor de energia elétrica do País, com mais de 530 mil quilômetros de linhas de distribuição e uma capacidade instalada de 5,5 GW. Vale destacar que a concessionária foi selecionada, pela 19ª vez consecutiva, para compor a carteira do Índice Dow Jones de Sustentabilidade no período 2018/2019, mantendo-se como a única companhia do setor elétrico da América Latina a fazer parte do índice desde a sua criação, em 1999.

A companhia está presente em 22 Estados e no Distrito Federal e conta com mais de 140 mil acionistas em 38 países e ações negociadas nas Bolsas de Valores de Nova York, Madri e São Paulo.

Pré-carnaval: Cemig informa como evitar acidentes com a rede elétrica

carnavalMuitas cidades de Minas Gerais  já estão em clima de folia, se preparando para a maior festa popular do Brasil, com os ensaios dos blocos e as festas de pré-carnaval. Por isso, a Cemig preparou algumas dicas para que a folia não ofereça riscos a população.

Existem orientações quanto a instalação de iluminação, enfeites e alegorias, tráfego de trios elétricos e carros alegóricos, montagem de palcos e palanques.

A distância de 1,5 metro da rede elétrica deve ser respeitada ao se montar palcos, instalar iluminação e adereços e no deslocamento dos trios e carros de som. Essa distância mínima é determinada para evitar o contato com a rede elétrica que pode acarretar em choques elétricos e curto-circuito. “A aproximação e o contato dos carros alegóricos e trios elétricos, por exemplo, trazem o risco de acidentes fatais. Em lugares densamente movimentados, como as ruas por onde passam os blocos de carnaval, os danos podem ser imensuráveis”, explica Demetrio Aguiar, engenheiro eletricista, da Cemig.

Deve-se considerar também a presença de redes telecomunicações existentes nas mesmas estruturas que as redes elétricas (postes com uso mútuo). Essas redes encontram posicionadas mais abaixo das redes elétricas, nos mesmos postes.

“A colisão de um trio elétrico com uma dessas redes pode resultar em quebra de poste sobre o veículo e sobre as pessoas que estiverem no local”, afirma Demetrio.

É fundamental que o trajeto dos trios elétricos seja programado de forma que a altura do veículo somada à altura dos foliões que estiverem sobre ele não exceda a distância mínima com as redes aéreas. Outro elemento que pode trazer riscos é o uso de confetes e serpentinas. Comum neste período, esses materiais possuem elementos metálicos que podem provocar acidentes ao entrar em contato com a rede elétrica.  “Os confetes Quando arremessados, antes de se dispersarem, estão concentrados, e podem causar curto-circuito nas redes de alta tensão e provocar acidentes. Por precaução, as pessoas não devem atirar nenhum objeto em direção à rede elétrica. Nem mesmo os sprays de espuma”, ressalta o engenheiro.

Em caso de acidentes com a rede elétrica, fios partidos na rua ou danos em postes, a Cemig deve ser acionada imediatamente, por meio do telefone 116, para que uma equipe seja designada ao local para realizar os procedimentos necessários. “Ao encontrar um fio caído ao solo, não se aproxime e não deixe ninguém se aproximar do cabo, pois ele pode estar energizado”, alerta Demetrio Aguiar.

Para as pessoas que gostam de curtir o carnaval com festas em casa, as recomendações são: não ligar aparelhos elétricos próximo a duchas e piscinas, não utilizar gambiarras para ligar diversos aparelhos e respeitar a distância de 1,5 metro da rede elétrica em casos de montagem de estruturas no passeio próximo a residência.

Confira outras dicas:

Iluminação, enfeites e alegorias

• Não lançar artefatos – como serpentinas, confetes, entre outros, na rede elétrica, sejam metálicos ou não.

• Antes de fazer qualquer ligação elétrica ou de instalar enfeites e alegorias, consultar a Cemig.

• Não instalar nenhum enfeite próximo à rede elétrica.

• Não fazer ligações clandestinas (gatos).

• Não jogar líquidos, sprays e água na rede elétrica. Há risco de choque elétrico.

Trios elétricos e carros alegóricos

• Não trafegar sob a rede elétrica se a altura do veículo for igual ou maior que a dos fios elétricos (e também das redes de telecomunicações existentes nas mesmas estruturas), pois, além do risco de choque elétrico, há o risco de colisão com os fios e consequente derrubada dos postes, fios e equipamentos da rede elétrica, que podem cair sobre o próprio veículo ou sobre os foliões.

• Nunca tentar suspender cabos de qualquer natureza para facilitar a passagem de trios elétricos ou carros alegóricos. Em caso de risco de colisão dos veículos com os cabos, acionar a Cemig imediatamente.

• Observar a existência da rede elétrica e tomar cuidado para não se aproximar dela ou não tocá-la.

• Considerar a altura do veículo e das pessoas sobre ele em relação à fiação da rede elétrica e demais obstáculos.

Palanques para apresentação de shows

• A montagem e a desmontagem devem considerar a existência das redes elétricas aéreas e, em caso de escavação, subterrâneas, respeitando a distância mínima de 1,5 metro dos cabos e equipamentos da rede.

• A fixação das coberturas deve ser bem feita para evitar o desprendimento e possível projeção contra a rede elétrica.

Colisão de veículos com postes da Cemig

• Não sair do veículo. A pessoa poderá tomar um choque se houver algum cabo partido em contato com o veículo. Se precisar sair do veículo em função de um incêndio, abrir a porta e pular com os pés juntos, o mais longe possível, sem tocar a lataria do carro e afastar-se do local com pequenos passos.

• Não tentar socorrer as vítimas se houver fio partido. Nesse caso, acionar imediatamente a Cemig e o Corpo de Bombeiros.

• Havendo fios partidos, as equipes de socorro devem aguardar a chegada da Cemig pois eles próprios podem se vitimar com estes fios se estiverem energizados.