Sobre admin

Website:
admin has written 1035 articles so far, you can find them below.

Cemig investe mais de R$ 8 milhões em ações de eficiência energética nos hospitais mineiros

Eficiencia energeticaA Cemig, por meio do Programa Energia Inteligente, está modernizando a iluminação, as centrais de material e esterilização, e os setores de lavanderia de hospitais públicos e filantrópicos de Minas Gerais. Em 2019, a companhia entregou 19 equipamentos de esterilização de materiais hospitalares (autoclaves),  33 secadoras de roupas e 23 focos cirúrgicos com tecnologia LED. Além da substituição dos equipamentos, o programa foi responsável, ainda, pelo retrofit de toda a iluminação de 26 hospitais públicos e filantrópicos, sendo que, considerados os investimentos nos equipamentos substituídos, as iniciativas somaram investimento superior a R$ 8 milhões.

O Programa Energia Inteligente tem o objetivo de contribuir com  a redução dos gastos com energia energética e busca promover, ainda, a adequação do orçamento dessas instituições possibilitando que os recursos economizados sejam revertidos em melhorias nas áreas de atendimento à população.

Segundo o gerente de Eficiência Energética da Cemig, Ronaldo Lucas Queiroz, as entregas proporcionam benefícios diversos e, ainda que estejam focadas na promoção do uso eficiente e redução do desperdício de energia, as ações são pensadas para oferecer conforto aos pacientes e profissionais de saúde. “No caso dos focos cirúrgicos, por exemplo, é importante lembrar que os equipamentos substituídos incluíam lâmpadas halógenas, que esquentam muito o ambiente e geram desconforto para os profissionais e pacientes que frequentam as salas de cirurgia”, explica Queiroz.

Essa adequação de tecnologia permite condições que favorecem a clareza e a nitidez da visão dentro dos centros cirúrgicos. Além dos benefícios relacionados à substituição dos focos e iluminação, melhorias também são alcançadas com as novas autoclaves e secadoras, uma vez que os equipamentos mais modernos e eficientes garantem mais agilidade na execução dos processos da lavanderia dos hospitais.

Nesse sentido, a eficientização das instituições beneficiadas vem se destacando pela economia e potencial para incentivar o consumo consciente. Na Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte, onde a Cemig substituiu cerca de 12 mil lâmpadas em setembro passado, essa conscientização já está sendo pensada. “Economizar energia é um desafio para todo o país. Em nosso hospital, onde circulam 15 mil pessoas diariamente, não seria diferente. Esse novo momento nos dá a oportunidade de pensar ainda mais sobre o consumo consciente”, afirma o diretor-executivo da Presidência do Grupo Santa Casa, Carlos Renato Couto.

Entregas recentes

Na semana passada, os Hospitais Sofia Feldman, de Belo Horizonte, e Nossa Senhora das Dores, de Itabira, no Leste de Minas, receberam, cada instituição, duas secadoras com capacidades para 25 e 50 quilos. “Os modelos de secadoras são desenvolvidos com tecnologias capazes de evitar o superaquecimento, característica fundamental para a conservação das roupas e, principalmente, para a segurança dos profissionais da saúde”, esclarece Queiroz.

Programa Energia Inteligente e saúde

O Programa Energia Inteligente da Cemig é regulado pela Aneel e se baseia no incentivo à mudança de hábitos, resultando na redução e eliminação do desperdício como forma de bom uso e preservação dos recursos naturais. Até o fim deste ano, as iniciativas de eficiência energética da Cemig em hospitais alcançarão investimentos superiores a R$ 18 milhões, tendo, como destaque, a instalação de, aproximadamente, 20 usinas de geração fotovoltaica em  hospitais públicos e filantrópicos mineiros.

 

P: Por que é que Deus inventou o álcool?
R: Para que as mulheres feias também tenham prazer.

Capaz de Tudo

A garota muito bonita, vestindo uma saia minúscula e um miniblusa decotadíssima, chega para o professor de matemática reclamando que precisa tirar a nota máxima no exame para poder passar.

— Professor — diz ela com voz lânguida. — Eu sou capaz de fazer qualquer coisa para passar de ano.
— É mesmo? — pergunta o professor, com um sorriso.
E ela arquejando o tronco para salientar o decote:
— Tudo o que o senhor me pedir… Tudinho!
— Então… Estude!

“Pimentas Nucleares” estão sendo cultivadas no UNIARAXÁ

pimentas nucleare (6)Uma atividade diferente está sendo desenvolvida no Campo Experimental do Centro Universitário do Planalto de Araxá (UNIARAXÁ). Estudantes do Curso de Agronomia estão participando do cultivo de pimentas especiais; originárias de vários países. O diferencial desse cultivo está na quantidade de substâncias que provocam a “ardência” que a pimenta consegue armazenar.

Ao todo, estão sendo plantadas cinco espécies: Jalapeño (originária do México); Naga Morich e Bhut Jalokia (originárias da Índia); 7pot Backarrope e Trinidad Scorpion Moruga (originárias de Trinidad e Tobago). Fora a pimenta Jalapeño, todos os outros cultivares são denominados de “pimentas nucleares”. “Para termos uma ideia, a nossa conhecida Malagueta tem uma ardência em torno de 70.000 SHU; ou seja, as pimentas nucleares podem chegar a ser 20 vezes mais picantes”, explica o Professor do UNIARAXÁ, Tony Márcio da Silva.

A ideia inicial do cultivo surgiu, a partir de uma conversa informal entre o Professor Tony e seus amigos, proprietários de uma fábrica em Ribeirão Preto (SP), conhecida por desenvolver molhos e conservas com essas espécies de pimentas. “No início a expectativa era criar condições de cultivo, por meio de pesquisas para viabilizar, no futuro, uma produção em escala maior para suprir a necessidade da fábrica. Mas, à medida que o projeto foi se desenrolando, a curiosidade em explorar essa área pouco conhecida foi de consenso mútuo; tanto minha quanto dos proprietários da microempresa”, conta Tony.

Alguns fatores são muito importantes no cultivo das pimentas; a saber: temperatura, umidade, luminosidade, solo e rega. As pimenteiras podem ser cultivadas em faixa de temperatura ampla – entre os 16ºC e os 34ºC. A região de Araxá pode ser considerada ideal para a maioria dos cultivares, devido a esse fator. Em relação à umidade, algumas variedades precisam de um clima úmido constante; outras gostam de um clima mais seco, como a Jalapeño. Como os cultivos são feitos em vasos, é possível fazer um controle, de acordo com a necessidade da planta. Toda pimenteira gosta de alta luminosidade; porém, é preciso evitar o sol diretamente nelas. Outro ponto importante é a necessidade de regá-las com frequência, de forma que a terra do vaso se mantenha úmida; sem que esteja encharcado para não atrapalhar o desenvolvimento da planta.

“Há uma carência no que se diz respeito aos conhecimentos técnicos e científicos para os cultivares de pimenta; os quais incluem, principalmente, as pimentas nucleares; como as que cultivamos no UNIARAXÁ”, comenta o Professor Tony. O estudo das pimentas nucleares, no Centro Universitário, sob a supervisão do

Professor Tony Silva, complementará a linha de pesquisa já estabelecida, que é a aplicabilidade de substâncias húmicas no desenvolvimento e produtividade de diversos cultivos. “Projetos de Iniciação Científica, e Trabalhos de Conclusão de Curso estão em andamento. A proposta é avaliar os níveis de armazenamento do princípio ativo, em função da concentração de substâncias húmicas aplicadas. Paralelamente, pretende-se desenvolver, na área da Cosmetologia, produtos incrementados com o princípio ativo das pimentas (Capsaicina); que têm se demostrado muito eficiente em diversos tratamentos na área da saúde”, diz Tony.

Curiosidades sobre a pimenta

A pimenta tem aplicabilidade em toda a culinária. É utilizada em pratos quentes, frios, salgados, doces; e, em bebidas alcoólicas. Ela pode servir tanto como tempero, quanto para realçar sabores. Além da culinária, o princípio ativo da pimenta (Capsaicina), substância responsável pela ardência, tem atividade anti-inflamatória e analgésica; podendo ser utilizada para o tratamento de dores, causadas por doenças reumáticas. O composto, também, tem efeito antioxidante e protetor do sistema cardiovascular. Outras propriedades das pimentas: Fortalece o sistema Imunológico; previne determinados tipos de câncer; acelera o metabolismo; previne o diabetes; descongestiona as vias nasais; melhora a circulação; combate a depressão